Significado de Devaneio: 1. Estado de espírito de quem se deixa levar por lembranças, sonhos e imagens; 2. Quimeras, fantasias, ficções.

quinta-feira, 27 de maio de 2010


E se depois de tantas palavras,
não sobrevive a palavra!
Se depois das asas dos pássaros,
não sobrevive o pássaro parado!
Mais valeria, na verdade,
que coma tudo e acabemos!

Ter nascido para viver na nossa morte!
Levantar-se do céu rumo à terra
por seus próprios desastres
e espiar o momento de apagar com a sua sombra as suas trevas!
Mas valeria, francamente,
que comam tudo e tanto faz!…

E se depois de tanta história, sucumbirmos,
não já na eternidade,
mas dessas coisas simples, como estar
em casa ou pôr-se a matutar!
E se em seguida descobrirmos,
subitamente, que vivemos,
a avaliar pela altura dos astros,
pelo pente e as nódoas do lenço!
Mais valeria, na verdade,
que comam tudo, sem dúvida!
Dir-se-á que temos
num dos olhos muita pena
e também no outro muita pena
e nos dois, quando olham, muita pena…
Então… Claro!… Então… nem uma só palavra!
César Vallejo

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Isto e aquilo

...você é seu corpo
sua voz seu osso
você é seu cheiro
e o cheiro do outro
o prazer do beijo
você é seu gozo
o que vai morrer
quando o corpo morra
mas é também aquela
alegria (verso,melodia)
que, inatingível, adeja
acimado que a morte beija.(Ferreira Gullar)

terça-feira, 25 de maio de 2010


Maravilhas nunca faltaram ao mundo,

O que sempre falta é a capacidade de

Senti-las e admirá-las.(Mário Quintana)

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Estou indo

Vez em quando,
Quando eu ando,
Eu levo o tempo
Em minhas costas
Vou cambaleando,
Trocando as pernas,
Virando o salto,
Mas estou indo
Embora assim,
Em algum lugar
Devo estar chegando(Cáh Morandi)

Vladimir Kush


Me explica, que às vezes tenho medo.

Deixo de ter, como agora, quando o vento

cessa e o sol volta a bater nos verdes.

Mesmo sem compreender, quero continuar aqui

onde está constantemente amanhecendo.(Caio Fernando Abreu)

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Há uma erudição do conhecimento, que é propriamente o
que se chama erudição, e há uma erudição do entendimento,
que é o que se chama cultura. Mas há uma erudição da
sensibilidade; que nada tem a ver com a experiência de vida.
A experiência da vida nada ensina, como a história nada informa.
A verdadeira experiência consiste em restringir o contato
com a realidade e aumentar a análise desse contato. Assim a
sensibilidade se alarga e aprofunda, porque em nós está
tudo; basta que o procuremos e saibamos procurar.
(Fernando Pessoa)

terça-feira, 18 de maio de 2010

Sempre que no arco fores
antes de no arco ires,
cuida se no arco há flores.(Rogério Camargo)

segunda-feira, 17 de maio de 2010


imagem: Leonor Fini
Meus gostos são simples: Prefiro o Melhor de tudo.

OSCAR WILDE

sábado, 15 de maio de 2010


Imagem: Paul Peel
Ha de saber: O Que Resta
N Que É incerto e Verdadeiro.
Trajes MUDAM afetos,
MUDAM trajes Afetos.
A Noite Mais Não TEM lume,
OS dez Não Objetos lume.
E a morte é Provado vinho,
Entre a Choupana e o Palácio.
OS Pará Felizes, abraços.
E nenhum infortúnio, sozinhos.

Carlos Nejar

Imagem: Joan Miró
A dialética dos sentimentos tem suas sutilezas.
Não basta ser feliz, é preciso que isso também lhe
dê prazer. Não basta ser infeliz, é preciso que isso
também faça mal. Sem a aura do prazer, a felicidade
é muito triste. Mas sem a aura do sofrimento, a
infelicidade é muito triste, ela também. Há sempre
um deslocamento do prazer e do desprazer no fato
de se ser feliz ou infeliz. Os discursos hipócritas que
opõem felicidade e infelicidade desconhecem esta
sutileza que as reúne, esta reversibilidade de uma e
outra que faz, no fundo, nossa única felicidade. Temos
ainda a liberdade de usar e abusar da felicidade de
maneira extravagante, e só o que nos tira essa
liberdade nos faz seres verdadeiramente infelizes.

JEAN BAUDRILLARD

sexta-feira, 14 de maio de 2010


Imagem: Felicien Rops
a carne cobre os ossos
e colocam uma mente
ali dentro e
algumas vezes uma alma,
e as mulheres quebram
vasos contra as paredes
e os homem bebem
demais
e ninguém encontra o
par ideal
mas seguem na
procura
rastejando para dentro e para fora
dos leitos.
a carne cobre
os ossos e a
carne busca
muito mais do que mera
carne.

de fato, não há qualquer
chance:
estamos todos presos
a um destino
singular.

ninguém nunca encontra
o par ideal.

as lixeiras da cidade se completam
os ferros-velhos se completam
os hospícios se completam
as sepulturas se completam

nada mais
se completa.

Charles Bukowski

Imagem: Jacek Yerka
... outrora escutei Os Anjos
poemas como sonatas, os,
como patéticas confissões.
Nunca escutei Voz de gente.
Outrora viajei
IMAGINARIOS mundos,
fáceis de habitar.

Carlos Drummond de Andrade

Quando eu era um menino,
queria ser adulto
para quebrar minhas limitações da juventude.

Quando eu era um menino,
queria encontrar rapidamente
sua graça dourada sobre o meu rosto sorridente.

Quando eu era um menino,
meus sonhos eram agitados.
Tempos de fé e de verdade.
Quando eu era um menino,
eu tinha curiosidade de saber qual era o meu lugar.
Onde seria o meu doce repouso.

Hoje sou um adulto
e só você me olha como eu ainda fosse um menino.

Amo-te por isso
Amo-te porque ninguém conseguiu me olhar
como você me olhou.
(Seme Said)

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Pequeno esclarecimento


Os poetas não são azuis nem nada, como pensam alguns supersticiosos,

nem sujeitos a ataques súbitos de levitação.

O de que eles mais gostam é estar em silêncio

- um silêncio que subjaz a quaisquer escapes motorísticos e declamatórios.

Um silêncio...

Este impoluível silêncio em que escrevo e em que tu me lês.(Mário Quintana)

terça-feira, 11 de maio de 2010

Rafal Olbinski

Pobres das flores nos canteiros dos jardins regulares.
Parecem ter medo da polícia...
Mas tão boas que florescem do mesmo modo
E têm o mesmo sorriso antigo
Que tiveram para o primeiro olhar do primeiro homem
Que as viu aparecidas e lhes tocou levemente
Para ver se elas falavam...(Alberto Caeiro)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Ceslovas Cesnakevicius

O mundo meu é pequeno, Senhor.
Tem um rio e um pouco de árvores.
Nossa casa foi feita de costas para o rio.
Formigas recortam roseiras da avó.
Nos fundos do quintal há um menino e suas latas
maravilhosas.
Todas as coisas deste lugar já estão comprometidas
com aves.
Aqui, se o horizonte enrubesce um pouco, os
besouros pensam que estão no incêndio.
Quando o rio está começando um peixe,
Ele me coisa
Ele me rã
Ele me árvore.
De tarde um velho tocará sua flauta para inverter
os ocasos.(Manoel de Barros)

Ceslovas Cesnakevicius

Um dia quebrarei todas as pontes
Que ligam o meu ser, vivo e total,
À agitação do mundo do irreal,
E calma subirei até às fontes
Irei até às fontes onde mora
A plenitude, o límpido esplendor
Que me foi prometido em cada hora,
E na face incompleta do amor
Irei beber a luz e o amanhecer,
Irei beber a voz dessa promessa
Que às vezes como um vôo me atravessa,
E nela cumprirei todo o meu ser.(Sophia de Mello Breyner)

Sem a loucura o que é o homem

mais que a besta sadia?(Fernando Pessoa)

Criei em mim várias personalidades...

Tanto me exteriorizei dentro de mim

que dentro de mim não existo senão exteriormente.

Sou a cena viva onde passam vários atores

representando várias peças.(Fernando Pessoa)

segunda-feira, 3 de maio de 2010


"Chegue bem perto de mim. Me olhe, me toque, me diga qualquer coisa.
Ou não diga nada, mas chegue mais perto.
Não seja idiota, não deixe isso se perder, virar poeira,
virar nada. daqui há pouco você vai
crescer e achar tudo isso ridículo.
Antes que tudo se perca, enquanto ainda posso dizer sim,
por favor chegue mais perto"
 
[Caio F. em "Uma história confusa", Ovelhas negras]

"Então me vens e me chega e me invades e me tomas
e me pedes e me perdes e te derramas sobre mim com teus olhos
sempre fugitivos e abres a boca para libertar
novas histórias e outra vez me completo assim,
sem urgências, e me concentro inteiro
nas coisas que me contas, e assim calado,
e assim submisso, te mastigo dentro de mim
enquanto me apunhalas com lenta delicadeza
deixando claro em cada promessa
que jamais será cumprida, que nada devo esperar
além dessa máscara colorida, que
me queres assim porque assim que és..."

(Caio F. em " A beira do mar aberto")

Tenho um amor fresco e com gosto de chuva e raios e urgências.
Tenho um amor que me veio pronto, assim,
água que caiu de repente, nuvem que não passa
me escorrem desejos pelo rosto pelo corpo.
Um amor susto. um amor raio trovão fazendo barulho
me bagunça. e chove em mim todos os dias.

Caio Fernando Abreu

Que coisas são essas que me dizes sem dizer,
escondidas atrás do que realmente quer dizer?
Tenho me confundido na tentativa de te decifrar, todos os dias.
Mas confuso, perdido, sozinho, minha única certeza é
que de cada vez aumenta ainda mais minha necessidade de ti.
Torna-se desesperada, urgente. Eu já não sei o que faço.
Não sinto nenhuma alegria além de ti.
Como pude cair assim nesse fundo poço?
Quando foi que me desequilibrei?
Não quero me afogar: Quero beber tua água.
Não te negues, minha sede é clara.
(Caio Fernando Abreu)

"...A gente se apertou um contra o outro.
A gente queria ficar apertado assim porque
nos completávamos desse jeito,
o corpo de um sendo a metade perdida do corpo do outro..."

(Caio F. Abreu)

"...Venha quando quiser, ligue, chame, escreva
- tem espaço na casa e no coração,
só não se perca de mim..."
(Caio F. Abreu)

A vida

Na água do rio que procura o mar;
No mar sem fim; na luz que nos encanta;
Na montanha que aos ares se levanta;
No céu sem raias que deslumbra o olhar;
No astro maior, na mais humilde planta;
Na voz do vento, no clarão solar;
No inseto vil, no tronco secular,
— A vida universal palpita e canta!
Vive até, no seu sono, a pedra bruta . . .
Tudo vive! E, alta noite, na mudez
De tudo, — essa harmonia que se escuta
Correndo os ares, na amplidão perdida,
Essa música doce, é a voz, talvez,
Da alma de tudo, celebrando a Vida!(Olavo Bilac)

Encantamento

Pousou em seu corpo
como a noite nacarada
de luares derramados.
Partiu com o amanhecer,
desvanecendo-se suavemente
ao sol vermelho que surgia.
- Não se vá! - ela disse.
- Não posso ficar! - ele respondeu
- Sou só luar.(Lenise Marques)